NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

terça-feira, 1 de maio de 2012

1º DE MAIO EM MUDANÇA!

 Este é aquele 1º de Maio, adquirido após 25 de Abril de1974, em que os trabalhadores vinham para a rua festejar uma Liberdade proibida durante 40 anos de ditadura!
Este
é o 1º de Maio em que por imposição patronal, nem todos os trabalhadores têm a liberdade conseguida, liquidando assim as três condições básicas do direito de viver...(IGUALDADE,FRATERNIDADE,AMOR)
Todos nós sabemos a quem me refiro! A gente poderosa que ordena, ou vens trabalhar, ou vais para a rua!
E O POBRE TRABALHADOR NÃO TEM ALTERNATIVA.


8 comentários:

  1. Olá

    Tudo muda, já lá dizia o poeta: "o mundo é composto de mudança...".

    Mas infelizmente é que muda sempre e cada vez mais para pior.

    Ainda tenho bem presentes os 1ºs de Maio imediatamente a seguir ao 25 de Abril. Que saudades!...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. AMIGOS BOA TARDE!
    Quero anunciar-vos, o nascimento do meu novo blog, (CAMINHADA DO OESTE)!
    Depois de gatinhar, irá começar a dar os 1ºs passos, vou ensiná-lo a caminhar comigo e mostrar-vos os caminhos percorridos!
    Desde já agradeço a vossa visita
    com o meu abraço

    ResponderEliminar
  3. A figueira hoje esta diferente
    Folclore pelas ruas desfilar
    Festejar o dia do trabalhador,nem toda a gente
    Porque as ameaças pairam no ar!

    Igualdades nem vê-las
    Fraternidade pouca vai havendo
    Promessas há muito quem fazê-las
    Amor, esse fingido vai andando?

    Essa palavra liberdade
    Noutros tempos proibido pronunciá-la
    Nos salários desigualdade
    Anda por aí alguém que tenta roubá-la

    Feliz dia do trabalhador
    Ele chegou no comboio da revolução
    Depois de ter caído o ditador
    Junta vinha a liberdade no mesmo vagão.

    Saiu de Santarém
    com destino a Lisboa
    Muita gente ainda a não tem
    Por causa de uma governação à toa.

    Diverte-te, e não reclames
    Porque tem tudo a tua figueira
    Estender a roupa nos arames
    E levar a vida como brincadeira!

    Um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  4. Acabada de falecer, a esperança adquirida nos idos de 1974, só falta mesmo a marcha fúnebre e o respectivo funeral, temos é certo ainda a Liberdade de malhar neles, mas é curto para quem ambicionou uam coisa tão simples que foi deixarem-no terminar os seus dias em Paz, essa também se foi, junto com a esperança. Finou-se
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  5. Meu amigo, concordo com o que escreveu.
    Eu tambem me entusiasmei com o 25
    de Abril, perdi muitas horas da
    minha vida no sindicalismo,
    nas Autarquias(Assembleias Municipais)no Jornalismo Regional,
    lutando para um país melhor...e
    agora ver tudo a ser destruído,
    dói muito...


    Não tenho filhos, no entanto ainda
    hoje me revolto contra muita coisa
    e admira-me ver ainda a apatia em
    muitas pessoas.

    Eu também gosto muito da Figueira
    da Foz, mas já não vou aí há uns
    anos.
    Bj.
    Irene

    ResponderEliminar
  6. Pobre de nos a massa produtiva2 de maio de 2012 às 09:14

    Eles podem matar os Revolucionàrios,mas nao a Revoluça!
    Nao sejamoos "larilas" e mostremos aos galoes que temos colh..s

    Nao é com restriçoes que se cria crescimento e quanto mais o poder de compra se agravar,mais a miséria subira.
    Bom mês de maio que dizem ser o dos burros,mas nao creio porque nem todos os parasitas nasceram naste mês.
    Filipe

    ResponderEliminar
  7. Silenciosamente estamos ficando
    Apareceram novos filósofos
    Nas ditaduras pensando
    Com porrada quebrarem nossos ossos

    Para lá caminhando
    Se ninguém não se opuser
    O Coelho vitória está cantando
    E vai fazendo o que bem quer.

    Somos tolerantes
    Povo compreensivo
    Mesmo descontentes
    Nos lábios um sorriso!

    ResponderEliminar
  8. E infelizmente não há escolha possível dado o desemprego cada dia maior.
    Um abraço

    ResponderEliminar