sábado, 24 de fevereiro de 2018

SER PROFESSOR NA AMÉRICA DE TRUMP...

Tiroteio, lóbi e conspiração. Estados Unidos das armas numa encruzilhada

Num exercício que se vai repetindo, os Estados Unidos dão por si a debater a legislação sobre as armas na sequência de um massacre. Não se preveem grandes mudanças na lei nem o fim de um debate que irá, certamente, repetir-se no futuro, quando o próximo tiroteio em massa acontecer.
Um professor americano dirigindo-se para a sala de aulas.

7 comentários:

  1. Quando houver um tiroteio num hospital de certeza que vão também armar os médicos.
    Isto é impensável.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  2. E o Trump quer converter as aulas nos EU num infindável western.
    Um abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  3. Muito difícil... :((

    Hoje:- O acordar da quimera
    .
    Bjos

    Votos de Sábado muito feliz.


    ResponderEliminar
  4. É lá com eles, eles é que votam, eles é que sabem!
    E o negócio das armas vale muito dinheiro.

    ResponderEliminar
  5. Com as ideias do Trump, sem pés nem cabeça. Armar os professores serão o primeiro alvo a abater. Construam postos de vigia blindados. Num ponto onde seja possível vigiar toda a sala de aulas e coloquem lá atiradores especiais. Só assim será possível reduzir o número de sangrentos massacres na América?

    Tenhas um bom fim de semana amigo António, sem armar a dispararem por aí balas à toa!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  6. somente assim pra poder lidar com as ideias do Trump.
    Tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar