NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

segunda-feira, 8 de abril de 2013

SEGURO FALOU, DISSE MUITO MAS NÃO DISSE NADA...

Seguro falou hoje ao país às 18H30, mas não disse nada, apenas prometeu se fosse governo o que não pode cumprir: Negociar com a Troika? Não sabe se aceitam as suas propostas! Baixar IVA da restauração, aumentar o salário mínimo, aumentar as pensões mais baixas, etc. Mas não disse onde vai arranjar esse dinheiro, apenas se limitou a copiar o que disse o seu antecessor, que deixou portugal na falência, a situação do país é grave, já todos nos apercebemos dessa situação, como sair dela, não vejo ninguém com ideias credíveis.


7 comentários:

  1. Já nem vale a pena ouvir o Seguro, pois não diz nada que se aproveite. Enquanto não explicar aos portugueses onde vai buscar o dinheiro para pagar as contas (se não quer nada com a troika) ninguém acredita nele.
    Ontem estive a ouvir o Sócrates e foi uma tremenda perda de tempo. Ele continua a usar a mesma linguagem, ou seja, diz exactamente o contrário do que diz o governo.É aquela velha história de um dizer branco e o outro dizer preto, um diz pau e o outro diz pedra. Assim não vamos lá, é preciso apresentar ideias construtivas.

    ResponderEliminar
  2. De tudo que oiço falar
    Porém, de algo eu duvido
    Mas neste caso vou acertar
    Falou melhor o Querido
    Porque nada está Seguro
    Tudo podre e sem vintém
    E, caindo de maduro
    Neste país de desdém
    Que vai ficando despido
    Sem flores, nem folha tem
    Não são como o Querido
    Porque ele ama alguém...

    ResponderEliminar
  3. Com este também não vamos lá, tenho pena que tal como tem acontecido noutros Países, não se crie um movimento para correr de vez com todos estes vendedores de banha da cobra.
    Um abraço
    Virgílio

    ResponderEliminar
  4. Agradeço todos os comentários no "Figueira Minha", mas este do meu/nosso amigo Verde, eu quero destacar por ser o 1º,bem-vindo ao meu blog, espero receber-te mais vezes, a porta está aberta às tuas excelentes poesias! Aqui vai o meu abraço também para Lousada.

    ResponderEliminar
  5. Falou, falou disse nada
    Porque está preso à Tróika
    Alinhou na negociata
    O coelho dá-lhe cabo da carola!

    Mesmo assim antes o queria
    No lugar do Coelho,
    Um pontapé no cu do Gaspar, daria
    E mandava-o pregar para o deserto!

    Boa noite para ti amigo António.

    ResponderEliminar
  6. É Verde, não está maduro
    Das tuas palavras, não duvido
    Porque és Verde puro
    Foste em defesa do Querido
    Acertaste em cheio
    Não atiraste no escuro
    Dei um pontapé num seixo
    Acertou na cabeço do seguro
    Em vez de acertar na do coelho
    Amigo Verde, um abraço
    do Eduardo alentejano
    A ninguém mal faço
    Porque sou bom fulano
    És uma máquina amigo Verde,
    fabricar frases
    O talento não se perde
    Na memórias bem o guardastes!

    ResponderEliminar