NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

domingo, 14 de abril de 2013

ANÍBAL QUERIDO EM MOÇAMBIQUE...


Caros Amigos e Colegas


Após mais de 30 anos de trabalho no Grupo JCDecaux em Portugal onde desempenhei funções de Administração e Direção Financeira, era tempo de abraçar um novo projecto.

Pois bem, estou agora a dar-vos a noticia que esse projeto se chama SQ Contabilidade e Fiscalidade, Lda. e está inserido no mercado de Consultoria Financeira, Contabilística, Fiscal, Gestão de Pessoal e Outsourcing em Contabilidade e Recursos Humanos, que agora reativo.

Não ficámos parados e confinados ao mercado nacional, avançámos para a internacionalização e partimos à descoberta de Moçambique.

Como será de vosso conhecimento, Moçambique atravessa um momento de grande procura, especialmente de empresas portuguesas que lá pretendem criar a sua sustentabilidade.

O crescimento da economia do país começa a dar sinais evidentes de consistência e o aumento da exploração das ricas matérias-primas, aumenta toda a actividade económica circundante.

Portanto pensámos poder apoiar quem queira ir e ficar em Moçambique, porque, por experiência própria, sabemos como é difícil iniciar, ou manter, a actividade de forma legal naquele país, ou outro semelhante, com métodos e procedimentos diferentes dos que estamos habituados.

Para isso criámos duas empresas: a SQ WorkCenter Moçambique Lda e a CEM Centro Empresarial de Maputo Lda.

A primeira, SQ WorkCenter, é uma empresa de direito moçambicano, e labora no mercado de Consultoria Financeira, Contabilística, Fiscal, Gestão de Pessoal e Outsourcing em Contabilidade e Recursos Humanos.

CEM é uma empresa de direito moçambicano, também de capitais portugueses, que tem como objecto a incubação de empresas, sua Administração e Gestão, que se queiram implantar em Moçambique, façam o seu crescimento criando sustentabilidade e, se assim o entenderem, num futuro, partam para evolução autónoma, criando a sua estrutura, acompanhando o desenvolvimento de país.

Portanto se souberem quem queira investir em Moçambique e precise de apoio na constituição e continuidade da empresa em Moçambique, não hesitem em lhe dar os meus contactos, de Cá ou de Lá, teremos muito gosto em conversar com eles sem qualquer compromisso e apresentar-lhes os projetos moçambicanos com maior detalhe.

Ficamos ao dispor.

Cumprimentos

 

Partilhar
3 anexos — Fazer a transferência de todos os anexos (zipado para 
  Português
Menu de codificação do nome de ficheiro
)  
Minha Divulgação.rarMinha Divulgação.rar
755K   Visualizar   Transferência  
Carta Apresentação SQWC_CEM.docCarta Apresentação SQWC_CEM.doc
34K   Visualizar   Transferência  
Apresentação.pdfApresentação.pdf
760K   Visualizar   Transferência  

6 comentários:

  1. Depois de ter lido este parlapié. Identifiquei a personagem. Passou férias em Moçambique, como tenente do Exército Português. Depois disso regressou a Boliquei-me. Professor catedrático, economista, primeiro-ministro de Portugal, agora como Presidente da República Portuguesa grande palhaço, sem graça nenhuma!
    O que foi que aconteceu amigo. Fechaste o talho.
    Este fim de semana sem chicha nos deixaste.

    Bom dia de domingo para ti, para tua família amigo António,

    ResponderEliminar
  2. Não sei se isto é coisa séria ou brincadeira como parece sugere o Eduardo, assim na dúvida!
    Um abraço
    Virgílio

    ResponderEliminar
  3. Pois é amigos, para que fiquem esclarecidos! Não tem nada a ver com o Aníbal que se refere o Eduardo e não se trata de brincadeira, são empresas sérias! Este grande SR. Aníbal Querido é meu primo, é Figueirense, mas há muitos anos é empresário em Lisboa com Gabinetes de Contabilidade, foi assim que começou a sua vida na Capital, com esforço e dedicação ao seu trabalho, teve e continua a ter sucesso na sua carreira, tudo o que diz na sua carta de apresentação é realidade!
    Com o meu abraço te desejo muito sucesso em Moçambique PRIMAÇO.

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Amigo António, uma brincadeira, penso eu sem maldade. Todavia mudei o rumo ao navio para falar do comandante do mesmo que nos transporta para o fundo do mar. Não falando no nome do teu primo. Portanto, o grande palhaço não é ele. Aquele a que me refiro, não Aníbal Querido.
    Se entendes que o comentário é ofensivo, tens todo o direito de o eliminar!

    Boa noite para ti,
    e um abraço.

    ResponderEliminar
  6. Logo desconfiei que sendo Querido era da família, mas não consegui abrir nenhum dos documentos.
    Desejo muito sucesso na sua instalação em Moçambique.

    ResponderEliminar