NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

terça-feira, 8 de março de 2016

SÃO PARA TI, MULHER!



Simplesmente mulher
Teus braços
Fortes braços
Num longo abraço
A me envolver
Teus lábios
Doces lábios
Fonte de beijos
Muitos beijos, pra me aquecer
Quanta coisa emana de ti, doce criatura
Amor, carinho, ternura
Tudo que me liga a teu ser, mulher
Tia, mãe, avó...
Irmã, neta, filha...
Guerreira, companheira...
Tu que me namoras, me compreendes
Que me incentivas, me repreendes
E jamais me deixas só.
Tu que és dar e receber,
Que com a mesma humildade
Sabes perdoar e esquecer.
Santa ou pecadora
Ingênua ou sedutora
Não importa! Serás sempre uma rainha
Uma intercessora, uma fada madrinha...
Aquela que na minha aflição, chamo
Laura, Priscila, Mary, Maria Celeste...
A todas, admiro e amo
Santas criaturas
Anjos de candura
Simplesmente mulher!

6 comentários:

  1. Obrigado amigo.
    Um abraço especial a D. Celeste. E um dia feliz para os dois, todos os dias da vossa vida.

    ResponderEliminar
  2. Não tenha dúvidas amiga, esse abraço foi dado logo ao acordar!-:))

    Igualmente para a Senhora na companhia do nosso Filho da Escola.

    ResponderEliminar
  3. Hoje dia 8 de Março,
    Dia Internacional da Mulher
    um poema bem imaginado
    não por um poeta qualquer!

    A mulher nas fileiras,
    mostrando do que é capaz
    se o homem faz asneiras
    a mulher faz o que ele não faz!

    Se julgue valentão,
    mas, não faz o que a mulher faz
    não consegue com o bumbum não chão
    parir nem rapariga, nem rapaz!

    Para todas as mulheres, hoje e sempre desejo muitas felicidades, com abraços e beijinhos sempre que desejarem!
    Para ti amigo António, um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Que belo poema, António! Fiquei de queixo caído!
    E sim, o lugar da mulher deve ser onde ela quiser,
    embora em muitas sociedades isso esteja bem longe de acontecer.
    xx

    ResponderEliminar
  5. O meu muito obrigado às duas mulheres mais assíduas comentadoras do "Figueira Minha"! Em dia da mulher vai o meu especial abraço.

    Aos comentadores amigos e camaradas de guerra, aquele abraço que eles já conhecem.

    ResponderEliminar
  6. Esta manhã, quando me preparava para comentar, foi-se abaixo a internet. Depois o dia foi correndo e está quase no fim o dia da mulher.
    Tinha acabado de ler o poema publicado pela Elvira e ia dizer-te que escolheste melhor que ela. Não gostei nada do poema do Vinícius, mas talvez seja culpa minha por não ter sensibilidade para essas coisas.
    Amanhã é o dia do Eduardo e meu!

    ResponderEliminar