segunda-feira, 12 de novembro de 2012

A VISITA DA TIA RICA...


SENHOR PRESIDENTE "CAVACO" EXPLIQUE ISTO DIREITINHO À NOSSA TIA!



Angela Merkel chega hoje a Lisboa como a tia rica que visita os sobrinhos pobres. Estes devem recebê-la bem - sob pena de a tia não voltar a dar dinheiro aos sobrinhos.
Têm toda a razão aqueles que dizem que a Alemanha não é responsável pela crise em que nos encontramos. Berlim é responsável pelos caminhos tortuosos para sair da crise - mas não pela crise.
O investimento alemão é o mais amigo de Portugal. É um investimento não especulativo, que vem para ficar, que cria valor no país, que contribui para a formação dos trabalhadores e que dá emprego qualificado nas muitas empresas germânicas que se instalaram no nosso retângulo.
Por tudo isso, não faz qualquer sentido desenvolver um sentimento anti-germânico. O que faz sentido é insistir junto de Angela Merkel que estamos a fazer o nosso melhor em matéria de cortes de despesa e redução do desequilíbrio externo. Mas alguém lhe tem de explicar que não se pode ao mesmo tempo atingir esse objetivo e o equilíbrio orçamental, porque se a crise ajuda o primeiro, prejudica o segundo, já que as receitas fiscais caem a pique.
Por isso, alguém tem de dizer a Angela Merkel (talvez o Presidente da República...) que para não sermos uma nova Grécia precisamos de bastante mais tempo para pagar o que devemos e de melhores condições, ou seja, juros mais baixos. De outro modo, entraremos em incumprimento. E não é isso que a sra. Merkel quer, seguramente.
No século passado, havia sempre uma tia rica que ia visitar os parentes pobres. Normalmente deixava algumas moedas e amendoas aos sobrinhos. Estes, se resolviam falar-lhe nos familiares que estavam desempregados, obtinham a seguinte resposta: "Vocês sabem lá o que são preocupações! Como não têm nada, não tem com que se preocupar".
Nós não gostaríamos de olhar para a sra. Merkel como a tia rica. E esperamos que ela não olhe para nós como os sobrinhos pobres. Nós queremos ter coisas nossas - e preocuparmo-nos em mantê-las e melhorá-las.  



Ler mais: http://expresso.sapo.pt/a-visita-da-tia-rica=f766321#ixzz2C0oiiLYE

5 comentários:

  1. O texto e a foto (com aquelas "coisas" bem avantajadas e os sorrisos dos mamões)estão bem apanhados; o pior é se a mama seca!...

    ResponderEliminar
  2. Eu tenho as minhas dúvidas meu amigo...Com tantos sobrinhos e afilhados para amamentar!!!

    ResponderEliminar
  3. Quem caminha sozinho pode ate chegar mais rápido,
    mas aquele que vai acompanhado de amigos,
    com certeza chegara mais longe.
    Eu tenho certeza a amizade é tudo em nossas vidas
    mesmo na falta de tempo não posso ,
    não quero ficar sem deixar pelo menos um carinho a você.
    Foi dias difícil para mim até pensei em não voltar
    porque tenho me afastado muito nesses últimos tempos.
    Quando leio os comentários no meu blog acabo voltando
    mesmo deixando o mesmo recado em todos os blogs.
    Isso tem me atormentado muito não poder digitar como gostaria
    para cada amiga(o)um comentário diferente .
    Sendo assim deixo meu eterno carinho na esperança de um dia melhor.
    Linda semana paz e luz.
    Deus abençoe você hoje e sempre beijos no coração,Evanir.

    ResponderEliminar
  4. Já o afirmei por várias vezes, que não gosto dos Alemães em geral, e da dona Merkeel em particular, (defeito meu com certeza) ao contrário gosto de ler os textos do Nicolau, mais conhecido pelo Homem do laço, mas desta vez não estou com ele, de facto a Alemanha tem sido uma das beneficiadas com as nossas compras a este Pais, veja-se os popos que por aíi circulam, made in Germany máquinas de lavar roupa e de secar, as de café,ou de encher chouriços, já não falando nos benditos submarinos que tanta falta nos faziam, (só á conta destes lá foram os meus ricos subsidios) isto tudo não tem sido lucro para a Madama e seus compatriotas? e agora ajundam-nos com juros de 4,5%. É claro que isto não invalida que reconheça a grande caca de politicos que temos tido, e continuamaos a ter, basta ver o actual primero mministro que no discurso de hoje frente á patroa, afirmou que está a resolver os problemas dos governos anteriores, como se não fosse para isso que o elegeram.
    Desculpas e mais desculpas.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  5. Então... a titia trouxe-te alguma prendinha?
    A mim não me tocou nada!

    ResponderEliminar