NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

FALECEU JOSÉ HERMANO SARAIVA!

PORTUGAL PERDEU UM GRANDE HISTORIADOR E COMUNICADOR


Biografia

Terceiro filho de José Leonardo Venâncio Saraiva e de sua mulher Maria da Ressurreição Baptista, cresceu em Leiria, onde frequentou o Liceu Nacional. Posteriormente ingressou na Universidade de Lisboa, onde se licenciou em Ciências Histórico-Filosóficas, em 1941, e em Ciências Jurídicas, em 1942. Iniciou a sua vida profissional no ensino liceal, que acumulou com o exercício da advocacia. Desse modo foi professor e, seguidamente, director do Instituto de Assistência aos Menores, reitordo Liceu Nacional D. João de Castro, em Lisboa, e professor do Instituto Superior de Ciências Sociais e Política Ultramarina (actual ISCSP).
Envolvido na política, durante o Estado Novo, foi deputado à Assembleia Nacional, procurador à Câmara Corporativa e ministro da Educação. Durante o seu ministério, entre 1968 e 1970, enfrentou um dos momentos mais conturbados da oposição aoSalazarismo, com a Crise Académica de 1969. Quando deixou o Governo, substituído por José Veiga Simão, foi exercer o cargo de embaixador de Portugal no Brasil, entre1972[5] e 1974.
Com o advento da Democracia, José Hermano Saraiva tornou-se numa figura apreciada em Portugal, bem como junto das comunidades portuguesas no estrangeiro, pelos seus inúmeros programas televisivos sobre História de Portugal. Por esse mesmo motivo, tornou-se igualmente numa figura polémica, porque a sua visão da História tem sido, por vezes, questionada pelo meio académico.
Voltou a leccionar, como professor convidado na Escola Superior de Polícia (atual Instituto Superior de Ciências Policiais e de Segurança Interna) e na Universidade Autónoma de Lisboa.
Pela sua grande capacidade de comunicação, popularizou-se com programas televisivos sobre História e cultura.[6]
Ficou classificado em 26º lugar entre os cem Grandes Portugueses, do concurso da RTP1[7].
É irmão do professor António José Saraiva[8] e tio do jornalista José António Saraiva. É também sobrinho, pelo lado da mãe, de José Maria Hermano Baptista, militar centenário, (n. 1895 - m. 2002, viveu até aos 107 anos) o último veterano português sobrevivente, que combateu na Primeira Guerra Mundial. Casou com Maria de Lurdes de Bettencourt de Sá Nogueira, sobrinha-bisneta do 1.º Marquês de Sá da Bandeira, de quem tem cinco filhos.
Morreu a 20 de Julho de 2012 aos seus 92 anos, em Setúbal, onde residia.

2 comentários:

  1. Morreu de doença prolongada, dizem eles na televisão! Então não foi de velhice? Com 92 anos de idade, muita saúde já não devia ter e «quem de novo não vai, de velho não escapa», lá diz o ditado.
    A verdade é que se perdeu um bom professor de História que eu gostava de ouvir.

    ResponderEliminar
  2. Que descanse em paz, embora discodando politicamente com ele, que reconheço foi um Salasarista convicto até ao fim dos seus dias, foi também um grande comunicador, e importante no seu curriculo Politico, parece que se recusou a chamar a policia de choque para bater nos estudantes quando era Ministro da Educação, ao contrário do que pretendia o Ministro do Interior. Deixou obra feita.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar