NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

domingo, 10 de junho de 2012

ORGULHOSAMENTE PORTUGUÊS!



  • No dia 10 de Junho celebramos o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.
     
  • Quando nasceu este feriado?O 10 de Junho nasceu com a República quando Lisboa escolheu para feriado municipal o 10 de Junho, em honra de Camões.
    Camões representava o génio da pátria, representava Portugal na sua dimensão mais esplendorosa e mais genial e era este o significado que os republicanos atribuíam ao 10 de Junho.
     
  • O 10 de Junho, dia de Camões, começou a ser festejado a nível nacional com o Estado Novo, um regime instituído em Portugal em 1933, sob a direcção de António de Oliveira Salazar.
     
  • O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas é pois um tributo à data do falecimento de Luís Vaz de Camões em 1580,  é utilizada para relembrar os feitos passados do povo lusitano E também os milhões de Portugueses que vivem fora do seu país natal.

Orgulhoso de ser português, pelo seu passado glorioso, pela história que nos deixaram os bravos marinheiros, que levaram bem longe a língua de Camões.
Hoje em Portugal comemoramos o 10 de Junho dia de Portugal e das comunidades portuguesas, não vou aqui falar das políticas dos últimos 10 anos, com as quais não me identifico minimamente, mas quero deixar aqui um abraço a todos/as os/as portugueses/as, especialmente àqueles/as "espalhados" pelo mundo, pelos quais tenho muito respeito e admiração,principalmente porque sei que a maioria preferiria continuar a trabalhar no seu país, se lhes dessem condições.

                                                         POEMA DE CAMÕES
 
                                     MUDAM-SE OS TEMPOS, MUDAM-SE AS VONTADES
 
 Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
 Muda-se o ser, muda-se a confiança;
 Todo o mundo é composto de mudança,
 Tomando sempre novas qualidades.

 Continuamente vemos novidades,
 Diferentes em tudo da esperança;
 Do mal ficam as mágoas na lembrança,
 E do bem, se algum houve, as saudades.

 O tempo cobre o chão de verde manto,
 Que já coberto foi de neve fria,
 E em mim converte em choro o doce canto.

 E afora este mudar-se cada dia,
 Outra mudança faz de mor espanto;
 Que não se muda já como soía.

                                                (Luís Vaz de Camões)

5 comentários:

  1. Orgulhosamente português
    Triste Nação mal tratada ser
    Se Camões cá voltasse outra vez
    Tristemente acabaria por morrer!

    Eles tudo estão a vender
    Até nos feriados cortar
    10 de Junho o que era já não ser
    Quase não o querem comemorar!

    Bom domingo par ti, amigo Anónio,
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. Camões passou pela minha Terra, onde consta habitava a sua amada Natércia, mas não deixou raizes, pois não me consta que lá tenha nascido algum Poeta.
    Estive a ouvir algumas pequenas partes dos discursos Oficias, neste momento ainda fala o Sr. Presidente da Republica, que francamente já não me diz grande coisa, outra coisa foi o discurso do Professor Sampaio da Nóvoa, este sim com muito «sumo» só é pena que vá cair em saco roto.
    Um abraço
    Virgilio

    ResponderEliminar
  3. Eu também tenho muito orgulho no meu País. O pior é o desalento com quem nos governa.
    Este é um dos poemas de que mais gosto do Luis de Camões cuja poesia talvez porque eu seja uma ignorante, não aprecio muito.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. -Orgulho em ser portuguesa!
    Esta frase já teve mais enfase na minha vida...mas continuo a orgulhar-me, mesmo não tendo sido acariciada pelo país (melhor não falar de política, pois)suspiro por ele todos os dias!

    Tenha uma ótima semana António!
    O meu abraço
    Sónia

    ResponderEliminar
  5. De saudades António...de saudades!!!
    Eu corri logo aqui a explicar a história dos suspiros, não fosse o caso de pensar que era pelo Camões!

    Um grande abraço :)
    Sónia

    ResponderEliminar