NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

CHICOS ESPERTOS


Militares traficam carne dos navios

Cinco militares da Marinha e dois empresários estão a ser julgados pelo Tribunal de Almada, acusados de gerirem uma rede que se dedicava a desviar carne propriedade da Armada e destinada aos navios em missão no estrangeiro. Os mantimentos não chegavam a entrar nas embarcações– eram armazenados no Arsenal do Alfeite, Almada, para posterior venda. Ganharam milhares de euros.
Um dos arguidos deste processo é o 1ºSargento José Pacheco, trabalhava no Navio Escola Sagres.

CM Por: Miguel Curado

4 comentários:

  1. Eles estão em todo o lado,
    Na Marinha ou no Exército
    No público e no privado
    Sem razão fazem protesto!

    Estes a carne desviavam,
    Valentim Loureiro, as batatas na Guiné
    As mesas dos soldados não chegavam
    A culpa dizem que é sempre do Zé!

    Neste país pequenino,
    Muita vigarice existe
    Dizem que a culpa é do destino
    Porque o não encontrou ficou triste!

    Um bom dia de segunda-feira para ti, amigo António.

    ResponderEliminar
  2. Como diz o ditado - no melhor pano cai a nódoa. Agora a Justiça que se encarregue deles e os faça pagar com língua de palmo.
    Esta da língua de palmo era quando havia pena de morte e os larápios eram enforcados na praça pública. Agora fazem o que fazem porque sabem que a Justiça é branda demais e quase sempre se conseguem escapar com uma pena de faz-de-conta.

    ResponderEliminar
  3. É triste ver estas situações na nossa Marinha.Nela existe, como em todo o lado,excepções más que deixam uma imagem terrível.
    Ainda bem que foram apanhados.Que
    a justiça faça,deste grupo(não deve ser só o Sargento),exemplos para o futuro atraves de penas severas.Mas,
    "por morrer uma andorinha não acaba a primavera" Viva a Marinha!.

    ResponderEliminar
  4. Só agora foi descoberta a pólvora, isto que agora vem a lume,já se sussurrava quando por lá andámos nos idos anos sessenta do século passado, ainda recordo as tão faladas lancheiras que alguns Oficiais e Sargentos usavam, já para não falar no pessoal ligado ás cozinhas e dispensas.
    Estes que agora foram apanhados não fizeram mais que seguir o exemplo dos politicos que temos.
    Uma braço
    Virgilio

    ResponderEliminar