NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

SERRA DA ESTRELA E A NEVE...

Diz o director-geral da Turistrela, que mandou atoardas em várias direcções: aos turistas, porque
“Portugal não é um país com tradição de neve: as pessoas vão para a praia e levam protector solar, fato de banho e chinelos, mas vêm para a neve e não trazem correntes no carro”; e às autoridades, porque “é inaceitável que no primeiro nevão da época fiquemos logo com as estradas intransitáveis, precisamos de mais meios, como limpa neves, e fazer o que fazem por exemplo na Suiça em que os limpa neves trabalham à noite para no dia seguinte as estradas estarem transitáveis, nós aqui não conseguimos fazer isso”.
Faz sentido! Se não somos um país encravado nos Alpes, é natural que as pessoas não tenham uma cultura de neve e é normal que as autoridades não tenham meios tão rápidos e expeditos.
A questão dos limpa-neves tem de ser trabalhada com os poderes políticos. Quanto à tradição de neve, os players do sector como a Turistrela podem fazer algo para inverter a situação. A criação de uma cultura de relacionamento com clientes e potenciais clientes, o despertar das pessoas para tudo o que a serra tem para oferecer (além dos desportos da neve), levam a que, a pouco e pouco, as pessoas deixem de dizer “vão à neve” e digam “vão à Estrela.” Nesse momento identificar-se-ão mais com a Estrela, poderão estar mais atentas ao facto de as condições meteorológicas mudarem muito rapidamente, passarão a desfrutar mais do que a Estrela oferece, passarão a senti-la como sua. E tudo isto sem deixarem de passar dias inteiros a esquiar; talvez possam mesmo reservar uma manhã e uma tarde para dar uma volta pelas redondezas…
(notícia daqui)

6 comentários:

  1. Quem a lá ir se atreve!
    com tanto frio na gaita
    na Serra da Estrela há neve
    se lá fores leva a guitarra
    e também a bilha para o almece
    que mais depressa com o frio coalha!
    não te esqueças de levar a toalha
    para limpares essa a tua fronha
    quem é desenrascado não se atrapalha
    dizem que vive mal quem tem vergonha?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. Somos muito originais. Mal cai um nevão ficamos com as estradas cortadas para a única estância turística de neve em Portugal. Provavelmente únicos no mundo.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Vou aproveitar a tua notícia para deixar aqui uma sugestão:
    -Do lado de Unhais da Serra (encosta sul) há um zona que daria perfeitamente para montar um elevador do tipo que existe no Bom Jesus, em Braga. E também existe lá no alto uma pequena barragem que daria para o pôr a funcionar em funicular, o que significa carregar água correspondente à diferença de peso entre a carruagem que sobe e a que desce. No verão a barragem seca, mas aí o elevador pode parar.
    Que tal? Estender 1.000 metros de carris não custa assim tanto dinheiro!

    ResponderEliminar
  4. Quanto ao outro assunto que abordaste no comentário deixado no meu blog tens que te encher de coragem, pois nesses casos a diferença entre morrer ou viver significa sofrer!

    ResponderEliminar
  5. Mas que boa sugestão para os investidores da Serra e gostam de neve, aliás (de brincar na neve), é isso aí! Portugal que já tem uma boa receita do turismo tem que apostar mais, três meses de época balnear não chega, há que desenvolver os desportos de inverno para equilibrarmos as contas e como dizes esse investimento era justificativo, eu à Torre só fui três vezes, dei por lá umas cambalhotas mas com prazer!

    ResponderEliminar
  6. Destes umas cambalhotas, pelo teu bem saber!
    por isso, agora não te queixes das costas
    porque também já gozaste desse bem prazer
    quanto lá voltares tem cuidado com as encostas?

    Boa sorte e força onde ela falta faz.
    para que a vida seja mais direita do que torta
    vivida com saúde, alegria, amor, carinho e paz!

    Um abraço, anima-te rapaz!

    ResponderEliminar