quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

DESCUBRA COMO É A CEIA DE NATAL FRANCESA...



Descubra como é a ceia de natal francesa


ceia_top
Chegou a época do ano mais esperada pelas crianças, que também é uma das preferidas de grande parte dos adultos. Seja você religioso ou não, o natal é a época de reunir a família e preparar aqueles pratos típicos que só encontramos nas mesas no fim de ano. Na França, a ceia de natal também é bem farta e apresenta algumas similaridades com a nossa ceia brasileira.
A entrée(entrada)
aperitivo
Uma entrada típica das ceias de natal francesas é o fois gras. Vendido em blocos, o fois gras é cortado em fatias e servido com torradas, acompanhado por champagne. Não se esqueça de brindar com todos, olhando bem nos olhos na hora de trincar as taças. Caso contrário, a tradição diz que ambos terão 10 anos de sexo ruim. E olha que muita a gente leva essa tradição a sério! Outras entradas incluem ostras ou salmão defumado servido com pão de forma.
O prato principal
dinde
O prato principal francês se assemelha a um dos pratos presentes nas ceias brasileiras: o peru(dinde de noel). Na França, o peru é geralmente recheado com marrons, uma espécie de castanha que também é utilizada no preparo do marrom glacê, um doce bem conhecido no mundo todo. Outros pratos incluem a lagosta, ganso ou chapon(uma espécie de frango).
A sobremesa
buche
Depois do queijo, é hora de comer a sobremesa. Uma sobremesa típica do natal francês é a bûche de noel, um tipo de bolo de rocambole recheado com um creme de chocolate. O nome bûche faz referência ao formato do bolo, que segundo as tradições que datam da idade média, na qual as pessoas costumavam queimar um pedaço de lenha idealmente de uma árvore frutífera que deveria durar da noite de natal até o ano novo. As cinzas eram em seguida usadas para fertilizar a terra.

A MAIS BELA CANÇÃO DE NATAL FRANCESA!


3 comentários:

  1. Gostei da canção. Mas prefiro a nossa ceia. Apesar de eu não gostar de bacalhau cozido.
    Eu nunca como carne na ceia de Natal. Deve ser uma estupidez, mas a minha avó dizia, "quem come carne em véspera de Natal, ou é burro ou bate mal" E depois diga-se em abono da verdade que se comesse bacalhau, e carne não comeria mais nada. E é a única época do ano em que como doces.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Eu só me lembro nesta altura do ano dos que não têm nada para pôr na mesa.
    Um Feliz Natal, António.
    xx

    ResponderEliminar
  3. Aqui só tô vendo bom manjar,
    para comer numa noite e num só dia
    enquanto há, é comer até fartar
    haja saúde, paz, amor e alegria.

    Para não te distraíres,
    por causa dum lindo olhar
    porque, enquanto sorrires
    não tens tempo para chorar.

    Fia-te na virgem e não corras,
    olha nos olhos de quem deves olhar
    não olhes, portanto, nos olhos das outras
    quando nos que te pertences estar a pensar
    porque isso pode ser traição
    não terás, se o fizeres por mal
    neste país, mil anos de perdão
    porque a justiça não funciona em Portugal.

    Tenhas um bom dia amigo António, um abraço.

    ResponderEliminar