NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

sexta-feira, 25 de julho de 2014

O MEU LOURO (LAURUS NOBILIS)...

Baga verde

No meu terreno existem 5 árvores (Loureiros), mas só uma dá estas bagas, andava convencido que era fêmea, até que a minha curiosidade me levou a pesquisar e a nossa amiga NET me informou o seguinte!

Baga madura

Sementes Loureiro ou Louro (Laurus nobilis)
  Preço para o pacote de 5 sementes.  
O loureiro ou louro (Laurus nobilis) é uma árvore do gênero Laurus da família botânica das Lauraceae.
É uma espécie originária do Mediterrâneo. Varia entre 5 e 10 m, mas pode atingir até 20 m de altura. Suas folhas são vistosas, coriáceas e com odor muito característico, por isso são muito usadas na culinária. O seu fruto é do tipo baga e quando maduro tem cor negra. Além disso a madeira dessa árvore é de excelente qualidade.
Na Grécia Antiga as coroas confeccionadas com ramos de louro eram o símbolo da vitória para os atletas e heróis nacionais e também era consagrada a Apolo. Esse costume também foi herdado na Roma na época dos Césares. Por isso o termo laureado deriva justamente do gênero Laurus.
A medicina popular indica o chá das suas folhas em caso de problemas com a digestão.
É necessária extrema atenção para não confundir com o loureiro-rosa (Nerium oleander), que serve unicamente para ornamentação, e cujas folhas e bagas são muito tóxicas, podendo uma simples folha causar a morte a um adulto devido aos problemas cardíacos que pode provocar.
Existem duas espécies semelhantes e do mesmo género endémicas dos arquipélagos dos Açores (L. azorica), Madeira e Canárias (L. novocanariensis). Na ilha da Madeira, o óleo obtido da baga do loureiro endémico é conhecido por possuir propriedades anti-inflamatórias, sendo utilizado localmente como remédio caseiro para diversas maleitas, podendo cada litro atingir preços de mercado elevadíssimos.

4 comentários:

  1. Antes de ler o texto, pensei tratar-se de um abacateiro, aqui na Quintinha, a pouco mais de 100 metros de onde moro, existe um, cujo fruto está parecido com esse.

    Não alimenta os mandriões!
    por não ser árvore abacateiro
    tem fruto que vale milhões
    na tua quinta o loureiro...

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  2. O nome científico só demonstra que o Louro é uma árvore da minha família (Laura)...:-)
    Que sorte que nunca precisa comprar louro, e tantas outras coisas que terá por aí...!
    xx

    ResponderEliminar
  3. Há duas coisas na tua escrita que não estão de acordo com a minha prática. Eu tenho uma sebe de loureiros na minha horta, digo sebe porque são arbustos pequenos que não crescem mais que dois ou três metros e dão muitos rebentos, mas não dão bagas nenhumas.
    Tenho que ir também pesquisar na internet para ver que loureiro é o meu.
    Que rica prenda me deste para o fim de semana!

    ResponderEliminar
  4. Com esta gente so se aprende carago! Pena e que o tempo vai sendo pouco para tal. Adoro esta arvore/arbusto de folha nao caduca, que alem de bonita a sua utilidade e imprescindivel na nossa Santa Culinaria...
    Bjs a todos!

    ResponderEliminar