NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

quarta-feira, 28 de maio de 2014

AQUELA NÃO ME PICA MAIS...

Ontem aconteceu a minha 1ª vez!
Ao fazer uma colheita de sangue para análise, num hospital conceituado de Coimbra, aconteceu-me pela primeira vez a enfermeira espetar a seringa no local errado, depois de espetar em várias direcções nem pinga de sangue, cheguei a pensar que estava morto, depois de lhe dizer: a Senhora aí onde tem a agulha espetada só pode encontrar petróleo, todos os meus colegas de marinha sabem o local certo, tínhamos aulas dessa matéria, depois de lhe dizer isto e ter um hematoma interno, a Senhora decidiu pedir-me o braço direito, eu disse-lhe: veja que não é difícil, tenho as veias bem visíveis, ela está aqui indicando-lhe com o meu dedo, e vá lá acertou à primeira, teve a humildade de me pedir desculpa porque saí de lá com dois hematomas, um em cada braço, apesar de ter aplicado gelo ao chegar a casa, estão como se eu tivesse adormecido na praia no mês de agosto ao meio dia, não posso imaginar o que se terá passado com S.ra Enfermeira, se é que é? Duma coisa eu tenho a certeza: (Aquela não me pica mais).

6 comentários:

  1. Te picou, ah! magana,
    no direito e no esquerdo
    cada um com hematoma
    coisa essa sem jeito.

    Logo tu lhe indicastes,
    o local certo da veia
    porque sabias lhe ensinastes
    era bonita ou era feia?

    acontece cada uma,
    no teu saco foram dois
    sem prática nenhuma
    te pediu desculpa depois
    e tu a desculpastes
    porque és educado
    mas não queres ser por ela
    mais nenhuma vez picado!

    Te desejo uma boa noite,
    na cama com ela, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. O meu marido também chegou uma vez assim depois de fazer umas análises. Mas ainda ficou pior porque a Sra. acabou por lhe tirar o sangue nas costa da mão. Disse que ele tinha veias bailarinas que fugiam do sítio. Eu nunca tal tinha ouvido e o marido levou imenso tempo com medo de fazer análises-
    Felizmente nunca mais lhe aconteceu.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Veias bailarinas, como escreve a Elvira, é uma boa desculpa que eu nunca tinha ouvido. Cá em casa tenho um bom exemplo dessas dificuldades, a minha mulher. Não há quem lhe acerte nas veias e cada vez que tem que fazer uma colheita de sangue é um filme pegado.

    ResponderEliminar
  4. A mim já me disseram ter veias de passarinho. Quando não sabem fazer as coisas, o degeito é dos outros...Se calhar êm é falta de vista.
    Mas seria uma enfermeira ou uma analista...?
    Para a próxima correrá melhor.
    Boa noite, António.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vestiram-lhe uma bata branca, mas de profissional não tinha nada! Eu nunca gostei de fazer mal a alguém, ou de ser mal educado, mas esta merecia um recado no livro de reclamações, porque uma coisa é a dificuldade em encontrar a veia, não é o meu caso, nem nunca foi, outra coisa é a falta de profissionalismo, e esta última eu não aceito.

      Eliminar
    2. Uma pica no lugar errado!...
      não aceitas, mas desta vez gramastes
      António, és bem educado
      por isso mesmo não reclamastes.

      Eliminar