NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

NATAL ILUMINADO DE ALEGRIA PARA TODOS!

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O MEU REAL SONHO ERÓTICO...


Foi em setembro de 1962 que tudo começou!
Numa das aventuras dos meus 20 aninhos, marcámos encontro no Alfeite, inicia-se uma curta viagem passando pelo Fogueteiro, Laranjeiro, em Coina virámos à esquerda em direção à Mata da Machada, fui quase empurrado para um buraquinho que aparentemente seria muito fofinho, conhecido como (salto desconhecido) só que com a minha ainda pouca experiência, caí em má posição depois de ter voado dez metros, que me pareceram uma eternidade  dei por mim a gemer na horizontal, numa cama da enfermaria!
Com ela agarrada a mim, que nunca mais me largou, seja na vertical, na horizontal, na praia, ou no campo, fez várias viagens comigo, tais como: No Navio Niassa, no Vera Cruz, também de avião, comboio de automóvel, em qualquer lado me fazia gemer, agora que envelheceu comigo, até na cama me faz estremecer e já me prometeu que irá comigo para a sepultura!
Deixem que vos apresente, a minha inseparável...

( DOR CERVICAL)


8 comentários:

  1. Bom, mais ou menos o que aconteceu com o meu marido, numa dessas saídas de salto, em Vale de Zebro, que também o atirou para a enfermaria e lhe provocou uma lesão na anca e perna esquerda, que o acompanhou sempre e que às vezes até o obriga a parar quando ele caminha mais tempo do que aquilo que ela gosta.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  2. Foi em Setembro!
    que tudo isso começou
    deixa-me lá ver se te entendo
    por que razão, ainda, não te deixou.

    Não a consegues expulsar,
    dizes tu, dai para fora
    contigo a irás sepultar
    que esteja distante essa hora!

    Essa magana te apoquenta,
    dá-lhe um pontapé no traseiro
    manda-a ir dormir para outra tenda
    impõe disciplina Fuzileiro!

    Um abraço para ti amigo António.

    ResponderEliminar
  3. Quando às vezes sinto dores na coluna, vem-me à memória aqueles saltos da camioneta a 60 e 70 Kms/hora para tentar melhorar a nota.
    Era cada trambolhão que até fazia arrepiar os cabelos!

    ResponderEliminar
  4. Nesses saltos da camioneta em andamento, para evitar que a nuca batesse no chão, fiz um entorse no pulso esquerdo que me fez estar três dias no hospital da marinha, são as más recordações que ficam para a vida agarradas ao fuzileiro!

    ResponderEliminar
  5. Não sabias saltar!
    a idade é que doa
    sem asas para voar
    porque saltaste à toa?

    ResponderEliminar
  6. Para todas essas maleitas
    Indico-vos um forte remédio;
    Das coisas, bem ou mal feitas
    Tudo se cura no cemitério...

    ResponderEliminar
  7. É mesmo um caso sério,
    amigo Verde, te saíste bem
    não evita a morte esse remédio
    porque a morte cura não tem?

    ResponderEliminar
  8. Pois é:Tudo exactamente como eu. Só agora é que eu descobri, quem me pegou todas essas doenças.
    Laranjeira

    ResponderEliminar